Tenista de alto rendimento complementa treino com trabalho de Core

Tenista de alto rendimento complementa treino com trabalho de Core

Compartilhe

O trabalho de Core desenvolvido por educadores físicos e fisioterapeutas em atletas amadores e de alto rendimento tem tido cada vez mais notoriedade por tratar-se de um importante complemento e de base para fortalecer a musculatura de quem pratica esportes como corrida, tênis, futebol, entre outras modalidades.

Na preparação física é fundamental um trabalho de estabilidade e do equilíbrio muscular, com especial atenção na zona abdominal (Core) e, para tenistas, por exemplo, nos quadris e ombros, por serem a base do corpo para o esporte.

O tenista ararense André Russo, de 17 anos, sabe bem o que são horas e horas de treinamento em sua modalidade e também a dedicação que se tem que ter com os músculos. O tênis tem características muito próprias e não trabalha o corpo todo por igual, causa alguns desequilíbrios físicos por maior estimulação de umas partes do corpo e inibição de outras.

Em Araras, ele tem o acompanhamento dos profissionais da Fisio&Sports, que se dedicam e focam em cada músculo do corpo exigido do tenista. De acordo com o fisioterapeuta e educador físico, Moacir Quintiliano Júnior, na região abdominal é importante um trabalho do Core, musculatura profunda e de controle. Nos ombros, é fundamental um equilíbrio muscular dos rotadores e da estabilidade da omoplata para prevenir lesões, garantindo uma grande amplitude de movimentos, evolução constante e uma economia motora. E nos quadris, o trabalho de trx ajuda na força e estabilidade. “Temos utilizado o trx e elementos como o skate, que entra nessa fase de fortalecimento e estabilidade da região abdominal, braços e ombros, e tem nos surpreendido com os resultados. Muito mais força e equilíbrio corporal tem sido conquistados pelo tenista”, salientou Moacir.

Para o tenista, realizar o fortalecimento muscular com foco no abdômen é conquistar um centro de gravidade bem firme e que pode melhorar até mesmo seu rendimento no esporte. “O controle muscular do Core é necessário para estabilizar a coluna lombar e proporcionar também a estabilidade funcional de todos os segmentos corpóreos. O trabalho visa firmar 29 músculos de forma coordenada, sendo neste grupo onde se iniciam movimentos que se realizam tanto com os membros inferiores quanto com os superiores. Ótimo para quem pratica tênis”, acrescenta André Russo.

Compartilhe

COMENTAR

Deixe seu Comentário