Sabrina Sato – capa da Edição 47

Sabrina Sato – capa da Edição 47

Compartilhe

Por Camila Heloíse | Foto Edu Moraes

Nascida em Penápolis, São Paulo, no dia 4 de fevereiro de 1981, Sabrina Sato Rahal está muito além de um corpo escultural e um sorriso de parar o trânsito. Por trás das roupas curtas, do jeito sedutor e prestes a completar 34 anos, se esconde uma menina alegre e apaixonada pela família.

Em 2003, Sabrina participou da terceira edição do reality show Big Brother Brasil, programa que alavancou sua carreira onde ela se destacou entre os participantes pela beleza, espontaneidade e pelo sotaque de menina do interior. O destaque no programa acabou levando a modelo a estampar a capa da revista brasileira Playboy no ensaio de maio do mesmo ano.

Seu sucesso nada mais é do que o resultado do talento e da dedicação desempenhados desde sempre. O caminho artístico de Sabrina foi traçado quando ainda era criança, onde, muito pequena, ela já cursava teatro e balé clássico, e aos 16 anos saiu de sua cidade natal para estudar dança, fazendo parte do corpo de balé do programa Domingão do Faustão em 2000.

Após a indicação para participar do BBB, Sabrina Sato tornou-se então nacionalmente conhecida, fazendo parte posteriormente do quadro de apresentadores do programa de humor Pânico na TV.

De lá para cá, foram inúmeras capas de revista onde Sabrina demonstrou que nasceu para brilhar e conquistou de vez o coração de todos. Atualmente, ela apresenta o Programa da Sabrina na Rede Record, um grande desafio, como ela mesma define. Em entrevista à Revista Ícone, ela contou sobre suas inspirações, sonhos e a experiência como apresentadora de um programa de auditório.

Você sempre quis ser apresentadora? Tudo aconteceu da maneira como imaginava?

Sabrina - Sim, desde criança meu sonho foi trabalhar na televisão, sempre lutei por isso. Estudei dança e jornalismo e depois as coisas foram acontecendo devagar, no seu tempo. Tive ótimas experiências e pessoas que me ensinaram muito.

Qual momento da sua vida você acredita que tenha sido um divisor de águas para que você seguisse rumo ao sucesso?

Sabrina - Minha vida teve três grandes momentos: o BBB, que foi minha primeira chance na TV, o Pânico, onde tive a oportunidade de aprender a fazer o que amo e esse momento que estou vivendo agora, em que realizei o sonho da minha vida com o meu próprio programa.

E até hoje qual foi o maior desafio da sua carreira?

Sabrina - Apresentar um programa sozinha é desafiador, dá aquele friozinho na barriga (risos).

Quais são os apresentadores que você admira e se inspira?

Sabrina - Com certeza a Hebe. Ela era uma mulher inteligente que conquistou o Brasil inteiro com o seu carisma. Vejo na Hebe uma inspiração para mim.

Qual o maior desafio em apresentar um programa de auditório?

Sabrina - O maior desafio é inovar a cada programa, sempre pensar no público de casa e levar para eles o melhor conteúdo. Adoro essa parte de pensar em novas pautas, coisas diferentes para eles. Participo das reuniões toda semana, gosto de estar por dentro de tudo.

E em seu programa você tem a liberdade de deixá-lo com a sua cara ou existem restrições?

Sabrina - O programa tem muito de mim, quase não tenho restrições. Quando não estou gravando, estou com a minha equipe pensando em novas ideias e formatos, novas sugestões para o programa. Sou muito feliz em ter uma equipe que me deixa livre para sugerir e pensar em coisas diferentes.

Qual a parte preferida do seu programa e por quê?

Sabrina - Gosto de tudo. A energia da plateia é algo inexplicável. Nas reportagens externas sempre conheço pessoas e histórias incríveis. Adoro poder ajudar e ter contato com meus telespectadores.

Você sempre se aventura em diversos quadros, já se arrependeu de ter feito alguma coisa? Sabrina - Que nada, não me arrependo de nada. Sempre me diverti muito em todos.

Quem você gostaria de entrevistar que ainda não teve a oportunidade?

Sabrina - Meu sonho é entrevistar a Beyoncé. Que mulher é aquela, gente? Maravilhosa! (risos)

Sendo conhecida por todos onde quer que vá, já sentiu em algum momento a falta do anonimato?

Sabrina - O anonimato às vezes me faz falta, porque depois que você se torna uma pessoa conhecida, perde um pouco da sua intimidade.  Mas isso não me incomoda, sei levar isso bem.

Você é uma das celebridades mais belas. Como faz para cuidar da saúde e manter o corpo em forma?

Sabrina - Obrigada. Faço muay-thai com o personal Rodrigo Ruiz e também treinamento funcional com o personal Marcio Lui. Nem sempre consigo ir três vezes na semana como gostaria, mas quando falto subo de escadas até o meu apartamento no 16º andar. Também bebo muita água diariamente.

Como é possível conciliar uma carreira de sucesso com o namorado, os amigos e a família?

Sabrina - Acho até que lido bem com tudo isso, amo minha profissão, amo meu trabalho, e tudo que fazemos por amor não nos cansa tanto (risos). Sempre que possível gosto de ficar quietinha em casa, ao lado da minha família, seja aqui ou em Penápolis com meus pais, e do mais novo membro da família: meu sobrinho lindo, Felipe, filho da irmã Karina Sato e Felipe Abreu. Amo passar horas e horas conversando com o meu sobrinho. Também aproveito meus dias livres para rever meus amigos, ficar com o João e minha família. Faço questão de ter esse tempo com as pessoas que eu amo, e assim consigo conciliar minha vida profissional e pessoal sem problemas.

Existe algum sonho que ainda não realizou?

Sabrina - Penso em casar e ter filhos, sim, mas agora estou cem por cento focada no meu programa, em pensar em novas pautas e coisas diferentes.

Compartilhe

COMENTAR

Deixe seu Comentário