Coaching para gestantes e amamentação

Coaching para gestantes e amamentação

Compartilhe

Por Erika Pignataro Massaro | Master Coah

A gestação, parto, pós-parto e amamentação são momentos únicos e especiais onde a mulher passa por transformações importantes. Assim como na gravidez há uma alteração no centro de equilíbrio do corpo, com a chegada do novo membro muda-se o centro emocional da mulher, desorganizando uma dinâmica já estabelecida. Todas essas mudanças (inclusive as hormonais), misturadas com as comparações, palpites e informações divergentes podem trazer dúvidas, inseguranças, medos e ansiedade.

A mulher que reconhece seu momento sente-se reconfortada ao encontrar apoio que sirva para si, com as particularidades da sua vida, respeitando sua maternidade em um formato personalizado. Esta personalização é o coaching, um processo de autoconhecimento que funciona como um convite para olhar para dentro e perceber o que faz sentido ajustar.

O Coaching para gestantes surge com o objetivo de acolher, apoiar e conduzir essa mulher em transformação a um estado consciente sobre si e seu bebê, oferecendo recursos para que ela possa harmonizar-se com suas próprias experiências e escolhas. Através de encontros pré-natais a partir da vigésima semana, é feito um acompanhamento individual da gestante desde o pré-parto até o primeiro mês do bebê. São sessões de acompanhamento que acontecem em clínica, hospital e a domicílio, e entre os objetivos está: oferecer ferramentas e recursos para uma experiência positiva no pré-parto, parto, amamentação, pós-parto e desenvolvimento do bebê.

 

Depoimentos

 “Recebi orientações de como lidar com meu primeiro filho, como melhorar a convivência em família nesse período, onde nos encontramos tão sensíveis e na amamentação. Comparando com minha primeira experiência, tive problemas com o bico rachado até os dois meses. Já com o coaching, não tive dores na amamentação, tornando-se um momento agradável também para a mãe”. (Helga Rocha, mãe do Miguel, 2 anos e da Helena)

“Confesso que me surpreendi com o apoio do coaching em assuntos como meu emocional, cotidiano e algumas atitudes em um momento tão especial. Essa gestação foi bem mais tranquila e fiquei mais confiante, pois a cada sessão percebia que não estava sozinha e que podia contar com um apoio sempre tão acessível”. (Helen Rocha, mãe do Lucas, 10 anos e da Lara)

“Com o coaching aprendi a lidar com minhas angústias e medos, a simplificar, a me manter tranquila, a viver o agora e que não preciso ser uma mãe perfeita para ser amada. Hoje quando me perguntam como faço para amamentar sem dor respondo: tive orientação correta”. (Ana Paula, mãe do Renato e da Ana Luiza)

“Procurei o coaching no quinto mês porque minha maior preocupação era amamentar, e não tenho palavras de gratidão, pois se não fosse esse apoio tenho absoluta certeza que teria desistido. Hoje posso afirmar que vale muito a pena, estou muito feliz em amamentar olhando nos olhos do meu amor maior”. (Paloma Mourão, mãe do Pedro)

Compartilhe

COMENTAR

Deixe seu Comentário